Conjugação Inglesa Britânica vs Americana

X
Conjugar

Os verbos em inglês americano e britânico

O inglês americano e o inglês britânico são em grande parte semelhantes entre si, mas têm suas diferenças menores. Algumas dessas diferenças são provenientes do uso de verbos em inglês e consistem em variações na ortografia, morfologia, sintaxe e pronúncia.

vs. Diferenças ortográficas

Em verbos com terminações em -ise/-ize (e.g. organise/organize, recognise/recognize), o sufixo –ize é geralmente escolhido em inglês americano, enquanto em inglês britânico –ise é mais comum (mas ambos são aceitáveis). Da mesma forma, para verbos que terminam em -yse/-yze (e.g. analyse/analyze, paralyse/paralyze), o inglês americano prefere o sufixo –yze, enquanto o inglês britânico prefere –yse. Existem algumas exceções; há verbos que terminam sempre em –ise, tais como advertise, disguise, exercise, e surprise, enquanto o verbo capsize sempre termina em –ize.

  • GB: I do not recognise him.
  • EUA: I do not recognize him.
  • GB: We need to analyse the results of the survey.
  • EUA: We need to analyze the results of the survey.

Verbos de mais de uma sílaba terminando em –l (e.g. cancel, fuel, travel) em inglês britânico muitas vezes dobram a letra final antes dos sufixos –ed e –ing (cancelled, cancelling), mas não em inglês americano (canceled, canceling). No entanto, o inglês britânico e americano os dois dobram a consoante final -l em alguns verbos onde a sílaba final é tônica (e.g. control, controlled).

  • GB: He travelled to the Bahamas.
  • EUA: He traveled to the Bahamas.

vs. Diferenças morfológicas

Em inglês britânico, alguns verbos formam o tempo passado com o sufixo –t, enquanto em inglês americano seguem o padrão regular com formas passadas terminadas em –ed. Os exemplos incluem os verbos burn, dream, learn, lean, smell, spell, spoil, e leap. Por outro lado, só existem poucos verbos que seguem uma conjugação regular em inglês britânico, mas têm formas irregulares no passado em inglês americano: são dive, fit, quit, e sneak (com formas passadas dove, fit, quit, e snuck em inglês americano).

  • GB: I learnt English at school.
  • EUA: I learned English at school.
  • GB: The swimmer dived into the water.
  • EUA: The swimmer dove into the water.

O verbo to get tem o particípio passado got em inglês britânico; em inglês americano a forma alternativa gotten é mais comum:

  • GB: He has got used to living abroad.
  • EUA: He has gotten used to living abroad.

vs. Diferenças sintáticas

Em inglês britânico, se pode usar o verbo auxiliar shall para formar o tempo futuro, enquanto em inglês americano apenas se utiliza o auxiliar will:

  • GB: I shall arrive early.
  • EUA: I will arrive early.

Quando falamos de ter algo, em inglês britânico é mais comum usar o verbo frasal have got, enquanto o inglês americano normalmente usa apenas have:

  • GB: Have you got a lighter?
  • EUA: Do you have a lighter?

Ao omitir o verbo repetido, o inglês britânico normalmente usa o do, enquanto o inglês americano simplesmente omite o verbo:

  • GB: Have you finished your homework? I have done.
  • EUA: Have you finished your homework? I have.

Para se referir a um substantivo coletivo, em inglês britânico se pode utilizar o verbo no plural, enquanto em inglês americano normalmente se usa o verbo no singular:

  • GB: The team are trying to succeed.
  • EUA: The team is trying to succeed.

vs. Diferenças entre pronúncias

Os verbos de duas sílabas que terminam em –ate (e.g. donate, locate, rotate, translate) geralmente se pronunciam de forma diferente em inglês britânico e em inglês americano. Em inglês britânico, a sílaba final é tônica (do-NATE, lo-CATE), enquanto em inglês americano a sílaba tônica é a primeira (DO-nate, LO-cate). As exceções incluem os verbos create, debate, e negate que têm a mesma pronúncia em inglês britânico e americano. Os verbos de mais de duas sílabas terminando em -ate geralmente se pronunciam da mesma forma em ambas as variantes do inglês, mas alguns têm uma pronúncia diferente, tal como elongate (GB E-lon-gate, EUA e-LON-gate).

Publicidade
Publicidade